Turistas são mortos ao pararem carro em semáforo em Praia Grande

Polícia suspeita que o crimes tenham sido praticados por menores

Dois turistas morreram, na madrugada desta sexta-feira (25), após serem baleados em tentativas de assalto em Praia Grande, no litoral de São Paulo. De acordo com a polícia, os crimes foram praticados da mesma maneira e no mesmo local, com uma diferença de apenas três horas. Até o momento ninguém foi preso.

Túnel (Crédito: REPRODUÇÃO)
Túnel (Crédito: REPRODUÇÃO)


Os dois crimes aconteceram no semáforo da avenida Dr. Roberto de Almeida Vinhas, na esquina com a rua Dom Pedro II, no bairro Ocian.

Segundo a polícia, o primeiro caso aconteceu pouco depois da meia-noite. O aposentado Carlos Roberto Duarte, de 69 anos, e a professora Maria da Consolacão Duarte, de 65 anos, moradores de São Paulo, seguiam pela avenida, no sentido São Vicente. O casal parou o carro por causa do semáforo fechado. De repente, três jovens cercaram o veículo. Eles bateram com armas nos vidros do carro e ordenaram que os passageiros abrissem as janelas.

Como não foram atendidos, um dos criminosos resolveu atirar e atingiu a cabeça de Maria, que estava no banco do passageiro. A professora foi encaminhada para o PS Quietude, mas morreu no hospital. Os três criminosos fugiram em direção ao 'Túnel 6'.

Já por volta das 3h, o casal Pedro Henrique Tecedor, de 42 anos, e a esposa Aretuza Amaral, de 41 anos, passava pelo mesmo lugar quando foi abordado. Eles também pararam no semáforo e foram ameaçados por um jovem, que anunciou o assalto. O motorista acelerou o carro e o assaltante atirou. De acordo com a polícia, o motorista, apesar de baleado, conseguiu dirigir por alguns quilômetros, quando acabou desmaiando e morrendo a caminho do hospital.

De acordo com informações da polícia, todas as vítimas informaram, durante depoimento, que os assaltantes eram jovens e de características parecidas. A polícia suspeita que os dois latrocínios possam ter sido praticados por menores de idade. Os casos serão investigados pela Delegacia Sede de Praia Grande.

Fonte: G1