Um dia antes de matar filho de dois nos, mãe o obrigou a gravar vídeo dizendo que a amava

Um dia antes de matar filho de dois nos, mãe o obrigou a gravar vídeo dizendo que a amava

Ainda de acordo com o delegado, o crime foi cometido por motivo fútil

Após ter confessado matar seu filho Keven Gomes Sobral, 2 anos, encontrado morto dentro de um sofá em Ibirité, Minas Gerais, a dona de casa Marília Cristiane Gomes, de 19 anos, mostrou-se fria durante seu depoimento à polícia, de acordo com o delegado Davi Batista.

"A todo momento ela chorava, mas era pelo que ela irá pagar e não pela morte do filho", afirmou o delegado, que também contou que Marília chegou a gravar, um dia antes de matar o filho, vídeo em que pedia repetidamente para a criança repetir a frase "Mamãe, te amo".

Ainda de acordo com o delegado, o crime foi cometido por motivo fútil. A criança mexia em um celular quando ele caiu no chão. A mãe foi pegá-lo e levou um tapa do garoto. Nervosa, ela o agarrou pelas mãos e jogou contra a parede.

Com medo de ser presa após ver que o garoto espumava no chão, ela aproveitou a ausência dos cunhados e deixou Keven dentro do sofá da casa, onde ele foi encontrado pela polícia. Os oficiais passaram a investigar Marília a partir do momento em que ela não demonstrou nenhum sentimento na hora de retirar o corpo da criança do IML.

Fonte: Yahoo