Tiroteio mata um e fere sete durante festa em casa de show na PB

Tiroteio mata um e fere sete durante festa em casa de show na PB

Tiroteio aconteceu no município do Conde, litoral sul da Paraíba.

Um adolescente de 17 anos foi assassinado a tiros durante uma festa na madrugada deste domingo (13) na cidade do Conde, litoral sul da Paraíba. Na confusão outras sete pessoas ficaram feridas, uma delas em estado grave, um jovem de 20 anos que era amigo do adolescente e foi atingido por dois disparos. Todos foram levadas para o Hospital de Emergência e Trauma da capital.

O Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop) informou que os suspeitos são seis homens que chegaram em três motos. De acordo com informações do delegado do Conde, Fred Magalhães,alguns deles detiveram o segurança e entraram efetuando disparos para o alto. Quando encontraram o adolescente eles o levaram para fora da casa de show e o executaram com um tiro na cabeça.

Cerca de quatro pessoas já foram ouvidas nas investigações, entre elas uma tia do adolescente que é ex-conselheira tutelar e confirmou que ele tinha envolvimento com drogas. O segurança e o dono da casa de show também foram ouvidos mas não conseguiram identificar os suspeitos.

No Hospital de Trauma da capital, quatro das vítimas foram ouvidas por agentes da delegacia de homicídios da capital, que deu suporte ao caso, mas elas também não identificaram os suspeitos.

O delegado acredita que o crime foi premeditado, que já que havia policiais no local, mas momentos antes do crime, eles foram chamados para atender um caso em outra casa de show, a dois quilômetros do local. Para Fred Magalhães, a confusão serviu para despistar os

policiais enquanto eles praticavam o crime.

Na capital paraibana

Um lavador de carros de 22 anos, foi assassinado a tiros na noite deste sábado (12) no bairro dos Ipês em João Pessoa. De acordo com informações da Delegacia de Homicídios, dois homens encapuzados se aproximaram da vítima, atiraram e em seguida fugiram.

Ainda de acordo com a polícia, o jovem foi socorrido para o hospital de trauma, onde não resistiu aos ferimentos. Ele não tinha envolvimento com drogas e a suspeita é de que o crime tenha sido motivado por acerto de contas.

Fonte: G1