Usuário de drogas é principal suspeito de matar mãe carbonizada

Usuário de drogas é principal suspeito de matar mãe carbonizada

Jovem é usuário de drogas e fugiu após o incêndio.

A Polícia Civil procura por um jovem que é o principal suspeito de atear fogo em uma casa e matar a mãe carbonizada em Capim Branco, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar, Júlio Alves Moreira César, de 19 anos, foi visto deixando a cidade logo após o incêndio.

Familiares contaram à polícia que o jovem é usuário de crack e agredia a mãe com frequência. Recentemente, Adriana Alves Moreira, de 44 anos, se mudou de Belo Horizonte na tentativa de tirar o filho do vício.

A mulher foi encontrada morta pelos bombeiros, no fim da manhã de segunda-feira (13). Adriana já estava carbonizada, enrolada em um lençol, quando os militares chegaram para controlar o fogo.

Fonte: r7