Vendedora é morta com facada no peito pelo seu ex-marido revoltado

Mulher foi morta a facadas em frente à loja em que trabalhava.

Um homem identificado como Adjunior Sena, de 32 anos, foi preso acusado de matar a facadas sua ex-esposa, Keyla Viviane dos Santos, de 29 anos, em Rio Branco, no Acre. De acordo com informações da Polícia Civil, ela foi brutalmente assassinada em frente à loja onde ela trabalhava.

Matheus Tavares, de 21 anos,  que é sobrinho dela, informou que a família nunca aceitou o namoro dos dois que haviam se separado recentemente. "A família não apoiava o namoro. Notamos logo de início que ele não era uma boa pessoa, que mentia dizendo que era policial. Além disso, quando ela se separou, chegamos a ouvir ele a ameaçando por várias vezes. Minha tia era um ótima pessoa e nunca soube de briga dela com ninguém", disse.

A vendedora saia do trabalho quando foi abordada pelo ex que desferiu vários golpes de paca na região do peito. Devido à gravidade dos ferimentos, foi a óbito ainda no local. A delegada Juliana De Angelis, responsável pelo caso, declarou que o suspeito foi preso minutos após o crime, ainda em posse da arma utilizada.

De acordo com a delegada, Keyla sofria ameaças, mas não denunciava. "Ele foi para audiência de custódia. Procuramos também outros registros de agressão nesta delegacia, mas não existe", disse Juliana. 

Keyla Viviane dos Santos
Keyla Viviane dos Santos




Fonte: Com informações do G1