Vereador é encontrado morto dentro de casa

Ele foi encontrado em casa de seu sócio e chefe de gabinete.

Foi encontrado morto na manhã deste sábado (19) o vereador Luiz Claudio de Oliveira, o Claudinho da Academia (PSDC), de 39 anos. Segundo sua assessoria de imprensa, ele estava na casa de seu sócio e chefe de gabinete Gabriel Andreatta, em São Conrado, na Zona Sul do Rio, próximo à Rocinha, onde Claudinho morava.

Segundo a assessoria, não havia ferimentos ou marcas visíveis de agressões. O corpo do vereador foi encontrado no chão do banheiro. A porta foi arrombada por Gabriel.

O vereador estava no apartamento com dois dos seus três filhos, o casal de gêmeos de 10 anos deficientes auditivos.

Claudinho teria resolvido passar a noite no apartamento do amigo porque havia brigado com a mulher. As principais suspeitas da causa da morte são enfarte ou acidente com gás do aquecedor. Segundo a polícia, o corpo encontrado sem roupa dentro do banheiro, com o chuveiro já ligado.

Inquérito policial

Segundo a assessoria do político, nos últimos dias Claudinho estaria muito nervoso por causa da proximidade da campanha eleitoral para deputado estadual e da abertura de um novo inquérito policial contra ele.

Emocionados, na tarde deste sábado (19), amigos e parentes não quiseram falar com a imprensa. O corpo do vereador foi levado para o Instituto Médico Legal no fim da tarde.

Policiais da Divisão de Homicídios e peritos estiveram no apartamento. A polícia vai aguardar o laudo do IML para saber a causa da morte e decidir sobre investigações.

Acusações do Ministério Público

Em janeiro deste ano, ele chegou a ser denunciado pelo Ministério Público, acusado de coagir eleitores por meio de ameaças na eleição de 2008. O vereador negava as acusações.

Pai de três filhos, Claudinho foi eleito presidente da Associação de Moradores da Rocinha em 2007 e entrou para a câmara de vereadores em 2008.

Fonte: g1, www.g1.com.br