Vereador é suspeito de agredir síndica e porteiro

Confusão envolvendo Gallo começou por causa de barulho de festa

O vereador de Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro, Luiz Carlos Gallo (PDT), é suspeito de agredir a síndica de um prédio e o porteiro, segundo policiais civis da Delegacia de Icaraí.

Câmeras de segurança do edifício onde o filho do parlamentar mora flagraram o momento em que Gallo e outros parentes atacaram os dois funcionários, na noite de sábado (15).

De acordo com as investigações, a confusão começou quando moradores do prédio reclamaram com a síndica do barulho de uma festa da família do vereador. A mulher, de 61 anos de idade, e o porteiro, de 27, tentaram convencer para que o evento terminasse, mas foram agredidos.

As vítimas fizeram exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal e o vereador será chamado a depor esta semana. Ele ainda não foi localizado para dar declarações sobre o assunto.

Fonte: R7, www.r7.com