Achados vestígios de sangue em colchão

Além do sangue, fios de cabelo foram encontrados no local

A Polícia Civil informou durante entrevista coletiva, nesta quarta-feira (14), que foram encontrados vestígios de sangue em um colchão no sítio do goleiro Bruno. Segundo a polícia, o sangue é humano e será submetido a exames de DNA, que vão determinar se o sangue é de Eliza.

Além do sangue, fios de cabelo foram encontrados no local e também serão comparados.

O delegado Edson Moreira afirmou que foi registrada uma ocorrência porque houve uma alteração no local. Quando a polícia chegou nesta quarta, objetos no sítio estavam em locais diferentes do que haviam sido deixados na noite anterior. Várias pessoas possuem a chave do local

Buscas

Foram realizadas buscas pelo corpo de Eliza na casa do ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, em Vespasiano (MG). Quatro pontos indicados por cães farejadores foram escavados. Além disso, um equipamento semelhante a um raio x mostrou pontos ocos em paredes, que foram vistoriados. Os policiais chegaram a citar que havia um cheiro forte perto de uma escada.

"O aparelho aponta vazios, ocos na casa. Locais ocos podem ter alguma coisa no vão. Os locais foram abertos para conferirmos se tinha algum osso lá", afirmou Moreira. "As buscas foram retomadas porque foram ouvidas versões de testemunhas e supeitos. Mesmo que eles se negassem a qualquer coisa, apareceram indicativos nas investigações."

Depoimento do adolescente

A delegada Ana Maria Santos afirmou que o menor voltou a ser ouvido pela polícia nesta quarta-feira e teria apresentado um fato novo à polícia, porém, sem contradições.

"Ele permanece cooperativo e praticamente confirma o teor dos depoimentos até então, mas traz uma novidade que, por conveniência da investigação, não será publicado. Ele realmente preserva a presença do Bruno, mas percebemos que a partir de determinado momento o Bruno toma conhecimento e sabe o que está acontecendo", afirmou a delegada.

Segundo Ana Maria, o depoimento foi interrompido nesta quarta-feira porque o adolescente está cansado. "Retornaremos amanhã [quinta-feira (15)] do ponto em que paramos."

Fonte: g1, www.g1.com.br