Usuário de drogas é assassinado com várias facadas no litoral do PI

Usuário de drogas é assassinado com várias facadas no litoral do PI

Segundo o pai, ele era usuário de drogas, bebia muito e desde antes de ontem havia saído de casa.

Na madrugada desta quarta-feira (18/04), um homem de nome Getúlio Ramos Costa Junior, de 30 anos, residente na Rua Dr. João Emílio Falcão Costa, 785, foi assassinado próximo à Rua General Taumaturgo, no local conhecido como ?Porto de Lanchas do Beato?, em Parnaíba.

?Juninho? como era conhecido, segundo informações do pai, era usuário de drogas, bebia muito e desde antes de ontem havia saído de casa, porém ainda não havia retornado. Ainda segundo o pai, Getúlio Ramos, o seu outro filho teria encontrado a vítima em estado de embriaguez e o teria levado em uma moto de volta para casa, mas no meio do caminho pulou da moto e correu. Desde então, a família não teve mais notícias e ficou preocupada a espera deste voltar.


Viciado é encontrado morto com perfurações no pescoço

Viciado é encontrado morto com perfurações no pescoço

Viciado é encontrado morto com perfurações no pescoço

Viciado é encontrado morto com perfurações no pescoço

Viciado é encontrado morto com perfurações no pescoço

Viciado é encontrado morto com perfurações no pescoço

Viciado é encontrado morto com perfurações no pescoço

Segundo informações de populares, durante a noite e madrugada vários usuários de drogas vão ao local, o que provoca inquietação nos moradores, por medo de situações perigo que isto pode causar.

O corpo se encontrava no local, dentro dos matos, onde o investigador do 1º DP, Robson Castilho, havia feito o isolamento da área. Logo depois chegou o delegado, e os homens do IML para fazer remoção do corpo e identificaram várias facadas pelo corpo do rapaz.

Getúlio da Costa Ramos Junior estava sendo processado pela justiça, por ser acusado de assassinado há alguns anos um homem no Bairro São José.

PRISÕES

Policiais civis liderados pelo investigador Robson Castilho e pelo delegado Emerson Almeida efetuaram a prisão dos suspeitos Francisco das Chagas Rodrigues da Silva, 22 anos, conhecido ?Chico da Patrícia? e Francisco das Chagas Silva Júnior Nascimento, 27 anos, conhecido ?Júnior Matador?.

Ele confessou ter feito a lesão fatal na vítima, onde provocou um profundo golpe nos pescoço. Afirmou ainda que teve ajuda de dois comparsas que seguraram Getúlio para que fosse agredido. ?Júnior Matador?, alegou que estava sendo ofendido e que seu rival havia matado um amigo no passado. O desentendimento terminou no homicídio.

Já o ?Chico da Patrícia?, suspeito de ter segurado a vítima enquanto era agredida, disse que apenas presenciou o ocorrido e que o local é próprio para o encontro de consumo de drogas por usuários e que os presentes estavam fumando crack.

Outro suspeito é Luís Carlos Ferreira Gomes, 40 anos, conhecida ?Boca Pode?. Ele está foragido. ?Boca Pode? já cumpriu pena por tráfico de drogas e é acusada da polícia de homicídio. O caso está sendo investigado por policiais da Central de Flagrantes e do 1° Distrito Policial.

*Com informações dos sites Proparnaíba e Portal Costa Norte

Fonte: Proparnaiba.com.br