Vigilante de banco atirou em cliente pelas costas após discursão

Vigilante de banco atirou em cliente pelas costas após discursão

Cliente, de 33 anos, morreu após discussão com o segurança.

Câmeras de segurança registraram o momento em que Antônio Cordol, de 33 anos, foi baleado pelas costas por um vigilante em São Bernardo do Campo, no ABC, nesta segunda-feira (3). O crime ocorreu dentro de uma agência do Bradesco.Segundo a polícia, Cordol havia se desentendido com o vigilante do banco na última sexta-feira (30), quando não conseguiu passar pela porta giratória do banco.

Nesta segunda, ele retornou à agência, pagou uma conta e em seguida perguntou pelo vigilante, que estava no andar superior. Ele subiu as escadas, acompanhado de um amigo, e foi iniciada uma discussão com o vigia. Em seguida, imagens mostram o cliente sendo atingido e ficando caído no chão. Antes, ele chegou a usar uma mulher como escudo, mas ela conseguiu escapar.

A vítima foi descrita pela ex-namorada como uma pessoa estourada e nervosa. Segundo a terapeuta Lúcia Pires, de 45 anos, Cordol também trabalhava como vigilante em um supermercado e havia sumido há cerca de dois meses.


Vigilante de banco atirou em cliente pelas costas após discursão

A polícia informou que, na delegacia, o vigilante alegou ter reagido porque o cliente fez menção de estar armado. No entanto, o delegado Victor Vasconcelos Lutti, responsável pelo caso, disse que o cliente estava desarmado.

Ele, que é titular do 1º Distrito Policial de São Bernardo do Campo, confirmou a versão dada pela PM de que a desavença entre a vítima e o vigia começou há alguns dias, também dentro do banco.

Fonte: G1