Vigilante mantém a ex-mulher refém há 30 horas

Vigilante mantém a ex-mulher refém há 30 horas

Homem invadiu a casa da antiga companheira no bairro Guajuviras, em Canoas

 Um vigilante de 32 anos mantém a ex-companheira de 29 em cárcere privado há pelo menos 30 horas no bairro Guajuviras, em Canoas, no Rio Grande do Sul. Por volta das 9h30 deste domingo (14), ele comunicou à polícia que vai se entregar.

A mulher é refém do ex-marido – que está armado - desde as 23h de sexta-feira (12), quando ele invadiu a sua casa por não se conformar com o fim do casamento. A casa foi cercada por cerca de 20 agentes do 15º Batalhão da Brigada Militar (BM, a Polícia Militar gaúcha) e do Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais), sob o comando do major Gerson Dias Gomes. O homem solicitou que a BM aguardasse até que ele e a mulher comessem sanduíches fornecidos ao casal.

No início da madrugada, ele já havia manifestado a intenção de se entregar, mas recuou. A corporação informou que o vigilante não dormiu a noite toda, mas que a ex-companheira conseguiu descansar. O coronel Jones Calixtrato dos Santos lembrou que as negociações são mantidas desde as 5h45min da madrugada de sábado, quando a BM foi comunicada da ocorrência. Não houve corte de luz nem de água na residência. A família auxilia a polícia nas negociações e um dos dois filhos do casal, de 11 anos, chegou a falar com o pai por telefone durante a noite.

Fonte: R7, www.r7.com