Vizinha é suspeita de raptar menina  para pedir esmolas nas ruas

Vizinha é suspeita de raptar menina para pedir esmolas nas ruas

A menina, que foi sequestrada no DF é encontrada em Goiás.

Uma criança de cinco anos foi levada de Samambaia (DF) no final do ano passado e encontrada esta semana em Luziânia (GO). Segundo a polícia, a menina foi raptada para pedir esmolas. A mulher suspeita do sequestro foi presa.

A menina brinca na delegacia, alheia ao que aconteceu. A roupa da criança ainda é a mesma de 19 dias atrás, quando foi levada do parquinho perto de casa na QR 829 em Samambaia, cidade próxima a Brasília.

Logo que a denúncia do sequestro chegou à polícia, uma vizinha que morava na mesma rua que ela já era a principal suspeita, pelo relato de testemunhas. A foto dela foi divulgada junto com o mandado de prisão.

Um telefonema de uma moradora de Luziânia ajudou a resolver o caso. Ela viu a suspeita de sequestro andando pelas ruas da cidade com a menina pedindo esmolas. Dois agentes foram para a cidade, eles passaram o dia investigando e encontraram a criança brincando, tranquilamente, na porta de uma casa. Segundo os policiais, era um barraco na periferia em péssimas condições de higiene, sem energia elétrica e cheio de ratos e baratas.

A suspeita do crime está presa e tem uma história intrigante. Ela já perdeu a guarda de uma filha de 13 anos porque usava a criança para mendigar. Desta vez, ela contou para a polícia que pegou a menina para protegê-la de outro morador de rua. ?Ninguém mexeu com a criança, ela estava bem guardada. Eu não entreguei a menina para a mãe porque estava sem dinheiro para leva a criança?, conta a suspeita do sequestro.

?Ela foi vista no dia 3 deste mês com a criança no Pistão Sul de Taguatinga (DF). Com certeza alguém falou que a polícia estava procurando por ela e pegou a criança e foi esconde-la em Luziânia?, afirma o delegado Mauro Aguiar.

No fim da tarde de terça-feira (18), foi a avó Maria Luzia das Chagas apareceu na delegacia para buscar a criança. ?A gente achava que a criança já estava morta?, desabafa.

A mulher suspeita do sequestro foi encaminhada ao presídio feminino enquanto aguarda julgamento. Ela foi indiciada por sequestro e cárcere privado e pode pegar de dois a oito anos de prisão.

Fonte: g1, www.g1.com.br