Vizinhos falam que casa da família do atirador pode ser incendiada

Elas estão com muito medo dos ataques que têm acontecido na casa da família do atirador

Vizinhas da irmã de Wellington Menezes de Oliveira, em Realengo, estão com muito medo dos ataques que têm acontecido na casa da família do atirador. Segundo as mulheres, que não quiseram se identificar, há boatos de que irão colocar fogo na casa. E, como as casas são muito próximas, elas temem que suas residências sejam atingidas.

Na manhã deste domingo (10), elas estiveram na 34ª DP (Bangu) e pediram proteção policial. Policiais militares do 14º BPM (Bangu) estão no local, se revezando de hora em hora. Eles confirmaram que há o risco de colocaram fogo na residência.

- Temos medo de que as pessoas pensem que estamos defendendo ele (Wellington). Por isso não queremos nos identificar - explicou uma senhora.



Outra mulher disse ter pena da família do assassino:

- A família não merece pagar (pelo o que ele fez). Eles não podem nem voltar para casa para pegar documentos. Saíram apenas com a roupa do corpo.

Na próxima quarta-feira, dia 13, após a missa de sétimo dia que será realizada na Escola Municipal Tasso da Silveira, às 9h, em memória das vítimas do massacre, haverá uma passeata. A vizinhança teme que, após a manifestação, haja mais ataques à casa da irmã de Wellington.

Fonte: Extra, extra.globo.com