"Você destruiu nossa família", diz pai cara a cara com assassino da filha de 10 anos morta a tiros

"Você destruiu nossa família", diz pai cara a cara com assassino da filha de 10 anos morta a tiros

Giovanna Ramos, de 10 anos, foi morta durante uma troca de tiros entre bandidos

Os pais da menina Giovanna Ramos Duarte, de dez anos, morta durante uma troca de tiros entre bandidos em Santa Bábara, na região central de Minas, ficaram frente a frente com os suspeitos do crime pela primeira vez.

Revoltados, o pai e a mãe de Giovanna levaram fotos da garota para a delegacia e mostraram aos criminosos.

? Olha bem para essa foto. Foi a vida da minha filha que você tirou.

O motorista Leonírcio Dias Duarte, pai da menina, desabafou.

? Você destruiu a nossa família.

Nessa quinta-feira (24), o trio se recusou a participar da reconstituição do crime. Felipe Ferreira da Silva, Márcio Emanuel dos Santos e Lucas Vinícius Silva foram levados do presídio para a praça onde ocorreu a reconstituição, mas não informaram detalhes sobre a morte da garota.

Segundo o delegado Domiciano Ferreira, não há dúvidas para a polícia da participação dos três suspeitos, que não levaram informações novas ao caso.

? Aguardaremos agora apenas o recebimento dos laudos periciais para concluir os trabalhos e encaminhá-lo à Justiça.

O autor do tiro que matou a criança, Felipe Ferreira, entrou na praça atirando em Diego Rafael Silva, que seria o alvo dos disparos. Os dois começaram a lutar e Márcio Santos tentou segurar Diego, que procurou fugir. Enquanto isso, Felipe atirou várias vezes, no meio de crianças que brincavam na praça, e acabou acertando Giovanna. Lucas Silva emprestou a moto usada pelo atirador na fuga.

As investigações apontam que Diego já teve um caso com a namorada de Márcio. Além disso, Diego queria se afastar do grupo, que atua na venda de drogas na cidade.

O trio será indiciado por homicídio qualificado (de Giovanna) e por tentativa de homicídio (contra Diego).

Fonte: r7