Zagueiro argentino é acusado de homicídio em batida com 3 mortes

Hugo Campagnaro se envolveu em acidente automobilístico que vitimou três pessoas na última quinta-feira na Argentina

O zagueiro Hugo Campagnaro, do Napoli, foi acusado formalmente de homicídio culposo pela morte de três pessoas em um acidente automobilístico ocorrido na última quinta-feira em uma estrada no centro da Argentina. O promotor Walter Guzmán entrou com uma representação por considerar que o defensor argentino conduzia seu veículo ?de forma imprudente?, segundo indormação das agências internacionais.

Campagnaro conduzia sua camionete quando bateu em um automóvel no qual estavam dois policiais, Soledad López e o agente Héctor Escudero, que faleceram no hospital da cidade de Río Cuarto.

A outra vítima fatal foi um dos acompanhantes do zagueiro, Alvaro Castelli. Campagnaro e outro amigo foram hospitalizados, sendo que o jogador deverá receber alta nos próximos dias. A situação de Federico Molina, no entanto, é mais grave, permanecendo na UTI.

A promotoria ainda aguarda os resultados dos exames que revelarão se o defensor argentino havia consumido álcool para, em caso positivo, anexar ao processo.

Hugo Armando Campagnaro tem 31 anos e começou em 1999 no modesto Deportivo Morón, de Buenos Aires. Quatro anos depois seguiu para o futebol italiano, primeiro para o Piacenza, depois para o Sampdoria e finalmente para o Napoli, onde chegou no ano passado.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com