Zona Norte foi a região com mais homicídios, diz Polícia

Os dados levantados todos os meses pelo Sindicato dos Policiais Civis do Piauí revelaram que quase 50% das mortes em Teresina aconteceram na região

O Sindicato dos Policiais Civis do Piauí (Sinpolpi) realizou recente levantamento acerca da criminalidade no município de Teresina, que registrou 32 homicídios dolosos apenas no mês de dezembro de 2013.

O levantamento é realizado mensalmente pelo sindicato e também indica qual a região mais violenta da cidade. A Zona Norte foi a região com maior registro de homicídios no ultimo mês do ano, com 13 atos relacionados a briga de gangues e acertos de contas.

Embora tenha sido a região com mais homicídios em dezembro, a zona Norte é historicamente a segunda área mais violenta de Teresina. De acordo com o diretor jurídico do Sinpolpi, Constantino Júnior, a maioria das brigas de gangues e homicídios está diretamente relacionada ao tráfico de drogas, cujas vítimas e autores são, em geral, jovens de baixo poder aquisitivo.

?O tráfico está se disseminando rapidamente, principalmente nos bairros periféricos, onde predomina a venda do crack. É importante dizer que ao passo em que bocas de fumo são fechadas, outras novas são abertas?, disse o diretor jurídico do Sinpolpi.

Sobre o tráfico de drogas, a Avenida Maranhão, precisamente entre os lavadores de carro do bairro Matinha, está ganhando destaque, com a frequente infiltração de traficantes entre os clientes dos lavadores.

Eles aproveitam a área de livre comercialização e a grande movimentação para vender drogas, de acordo com informações da Polícia Militar, que confirmou a prisão de dois traficantes na última operação realizada neste mês.

Os fatos têm contribuído para a estigmatização da região e o receio por parte dos clientes que deixaram de lavar seus automóveis na área. O comerciante A.M.V. tinha o hábito de lavar o carro no setor próximo ao Iate Clube, mas não quis mais voltar ao local após ouvir rumores.

?Eu ia sempre naquele setor. Embora nunca tenha acontecido nada comigo por lá, depois que soube de fatos que ocorreram, mudei de local , agora só lavo em um ponto fixo onde já conheço o dono, pois me sinto mais seguro?.

Fonte: Pollyana Carvalho