Policial saca arma, mata cães em abordagem e caso gera polêmica

Policial saca arma, mata cães em abordagem e caso gera polêmica

Em cerca de 24 horas foram mais de 6 mil visualizações às cenas, que mostram a atuação de policiais

Um vídeo que mostra a ação da Brigada Militar (BM) do município de Carazinho, no noroeste do Rio Grande do Sul, está repercutindo nas redes sociais desde o último sábado, quando foi publicado.

Em cerca de 24 horas foram mais de 6 mil visualizações às cenas, que mostram a atuação de policiais na tentativa de deter um homem que teria fugido de uma abordagem policial. Em determinado momento da discussão entre familiares do suspeito e dos policiais, um dos guardas saca a arma e efetua diversos disparos contra os cães, que latiam insistentemente. O ato deixou em desespero os parentes do suspeito, que acabou sendo algemado enquanto gritava: ?eles vão me matar?.

De acordo com o Comandante da Brigada Militar em Carazinho, Jarbas Luis Bohrer, as cenas foram gravadas na manhã da última sexta-feira. Após uma tentativa de abordagem em via pública, o suspeito teria fugido, abandonando o veículo em que estava, e ido para sua residência, no bairro Floresta.

A Brigada Militar seguiu o homem, ?que tem extensa ficha criminal?, afirma o comandante. Com ele foram encontrados uma arma de fogo e um rádio transmissor na frequência da BM.

Durante a ocorrência, no entanto, teria tido início uma discussão com familiares. Na versão policial, os cães teriam sido instigados a atacar os guardas, obrigando o policial a atirar nos animais em legitima defesa.

?Não posso tecer nenhum comentário agora porque não estava lá, mas um inquérito policial será aberto para investigar a conduta policial. O que temos são apenas informações preliminares?, disse o capital Bohrer neste domingo. Ninguém foi afastado e os policiais seguem trabalhando normalmente.

O suspeito, cuja identidade não foi revelada, foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e do rádio transmissor.

Fonte: Terra