106 mil títulos foram cancelados no Piauí, informa TRE

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) informa que o percentual é de pessoas que já não votam em Teresina ou não têm mais a obrigatoriedade de votar

Pelo menos 106 mil títulos eleitorais foram cancelados no Piauí pelo não comparecimento ao processo de recadastramento biométrico. O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) informa que o percentual é de pessoas que já não votam em Teresina ou não têm mais a obrigatoriedade de votar.

A biometria permite a identificação do eleitor por meio de suas impressões digitais. Esse sistema confere mais segurança aos pleitos eleitorais, impedindo que uma pessoa tente se passar por outra no momento da votação e reduzindo consideravelmente o tempo da votação.

No Piauí, 853.541 eleitores estão aptos a votar pelo sistema de biometria que foi implantando pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O número representa 36,38% do total de eleitores (2.345.694). O Tribunal Regional Eleitoral selecionou oito cidades piauiense para serem submetidas ao recadastramento biométrico entre elas Teresina, Parnaíba, Luís Correia, José de Freitas, Oeiras, Cajueiro da Praia, Ilha Grande e Nazária.

Teresina concentra o maior número de eleitores (506.144) aptos a votar pelo método biométrico. Em seguida vem Parnaíba (92.290) e Picos (46.313).A identificação do eleitor por meio da biometria nas eleições de outubro será realizada em quase 800 municípios do país, entre eles 15 capitais. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o resultado da votação com biometria nas capitais servirá como “experiência” para a implantação da medida nos maiores colégios eleitorais do país: as cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Clique e curta a página do Portal Meio Norte no facebook.

Fonte: Savia Barreto