68% querem candidato próprio do PT em Teresina, diz pesquisa

68% querem candidato próprio do PT em Teresina, diz pesquisa

Jesus Rodrigues comentou que defende a construção um nome alternativo para o de Rejane Dias.

Pelo menos 68% dos filiados petistas apoiam a candidatura própria do partido. Esse foi o resultado de uma pesquisa divulgada pelo presidente estadual do PT, deputado Fábio Novo. A pesquisa registrada foi realizada pelo Instituto Amostragem com 300 filiados.

O deputado federal Jesus Rodrigues comentou que defende a construção um nome alternativo para o de Rejane Dias, mas frisou que “se a militância decidir por ela, será Rejane Dias”.

Com a presença de líderes nacionais do PT, mais de 500 militantes da sigla lotaram o anfiteatro da Assembleia Legislativa em um ato em defesa da candidatura própria do partido na última segunda-feira.

Estiveram presentes os deputados federais Sibá Machado (AC) e o vice-presidente nacional da sigla, José Nobre Guimarães (CE). Do Piauí compareceram o senador Wellington Dias, os deputados federais Jesus Rodrigues e Assis Carvalho, os estaduais João de Deus, Merlong Solano, Rejane Dias, Fábio Novo e a vereadora Rosário Bezerra.

A deputada estadual Rejane Dias ressaltou que o partido tem à frente uma chance única de poder administrar a cidade. “Tudo que nós nos propomos fazer, nos esforçamos para fazer bem feito. E quem não quer cuidar da cidade onde a gente mora e que nossos filhos estão crescendo.

O militante do PT, aguerrido como é, não vai fugir a essa luta e vai apoiar a candidatura própria”, pontuou. No próximo dia 25 os filiados votam para escolher os delegados que irão definir se o PT terá candidatura própria ou aliança com o PTB.

Caso passe a tese da candidatura própria, os filiados que pretendem ser o candidato oficializam a intenção no partido para que concorram as prévias, em abril, que definirão o nome que será a cabeça de chapa. Somente então acontece a convenção que vai referendar todos os candidatos a prefeito e vereadores, e as alianças a serem formadas com o PT.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte