"A diplomacia venceu", diz Lula sobre o Irã

Presidente disse que com o diálogo é possível construir a paz.

Em seu programa semanal de rádio Café com o Presidente desta segunda-feira (17), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro das Relações Exteriores Celso Amorim comemoraram o acordo nuclear assinado nesta segunda com o Irã e a Turquia, em que o Irã concordou em fazer a troca de combustível nuclear na Turquia.

Para Lula, o Brasil teve um papel importante nas negociações, sobretudo por conta das afinidades entre os ministros das relações exteriores dos três países. ?Foi uma coisa extraordinária. Eu acho que a diplomacia venceu hoje. Foi uma resposta de que é possível, com o diálogo, construir a paz e o desenvolvimento?, afirmou o presidente.

Celso Amorim disse que as negociações tomaram meses e iniciaram na visita de Ahmadinejad ao Brasil, que aconteceu em novembro de 2009. ?Tivemos que trabalhar por muito tempo, enfrentar o ceticismo de muitos países? disse.

De acordo com o chanceler brasileiro, a declaração entre os três países contém os elementos necessários para que haja o acordo de troca de urânio.

?Naturalmente, o acordo não vai resolver todas as questões que existem na questão nuclear, mas ele é o passaporte para que se possa haver discussões mais amplas que criem a confiança na comunidade internacional e, ao mesmo tempo, permitam ao Irã exercer o direito legítimo à energia nuclear para fins pacíficos, inclusive com o enriquecimento?, disse.

Sem sanções

Amorim disse acreditar que o acordo será suficiente para evitar sanções internacionais ao Irã. ?Nós ouvimos todos, conversamos com franceses, com os americanos, com os russos, com os chineses?, disse.

?Há um milhão de razões para a gente ter argumentos para construir a paz e nenhum argumento para a gente construir a guerra?, concluiu Lula.

Fonte: g1, www.g1.com.br