'Acho difícil que o impeachment seja aprovado', diz Janine Ribeiro

Professor também defende que há um lado positivo nessa turbulência

Para o ex-ministro da Educação, Janine Ribeiro, não há argumento jurídico que sustente o afastamento da presidenta Dilma e a oposição terá dificuldade em conseguir os votos necessários para aprová-lo.

Image title

O filósofo e professor da Universidade de São Paulo Renato Janine Ribeiro foi capa da Brasileiros em abril deste ano, logo antes de ser chamado para assumir o Ministério da Educação no segundo mandato do governo Dilma. O nome do professor foi muito comemorado e visto com esperança pela esquerda. Janine, no entanto, ficou apenas cinco meses no comando da pasta, quando foi substituído por Aloizio Mercadante em uma reforma ministerial que pretendia fortalecer o governo.

Para Ribeiro, o processo de impeachment contra a presidente Dilma não será aceito por duas razões: não há acusação de crime contra a presidente e a oposição dificilmente conseguirá os dois terços da Câmara para aprová-lo.

O professor também defende que há um lado positivo nessa turbulência toda: “Faz tantos meses que essa história de impeachment está pesando sobre o Brasil que é bom resolver isso de uma vez por todas”. Ribeiro diz que o governo deve sair fortalecido da onda do impeachment, mas para isso precisa repensar sua linha política e tomar decisões que o tornem mais popular.

Fonte: Com informações do Brasil Post