Acusação de urnas adulteradas no Piauí é julgada imprudente

Acusação de urnas adulteradas no Piauí é julgada imprudente

Para o prefeito eleito Wallen Mousinho, as acusações, feitas pela oposição, foram para buscar justificativas para derrota. “Tem gente que não aceita”

O prefeito eleito de Guadalupe, Wallen Mousinho, afirmou que as denúncias de que as urnas eletrônicas usadas nas eleições haviam sido adulteradas foram consideradas imprudentes, em julgamento no dia 25 de outubro. Para ele, as acusações, feitas pela oposição, foram para buscar justificativas para derrota. ?Tem gente que não aceita?, disse.

Wallen Mousinho esteve no programa Agora, da Rede Meio Norte, para esclarecer a polêmica, que chegou a motivar boatos de que uma nova eleição deveria ser feita na cidade. ?O sistema de urnas eletrônicas não é questionável, é considerado modelo internacional?, afirmou, acrescentando que as pesquisas feitas em Guadalupe já acusavam a sua vitória. ?A pesquisa feita na sexta-feira deu que eu tinha 52,33%, e o resultado nas urnas foi de 54,16% dos votos para mim?, disse Wallen, que ganhou com uma diferença de 554 votos sobre sua adversária.

Ele aproveitou para falar sobre a Terracau, um empreendimento que beneficiará as cidades de Floriano, Gerumenha e a maior parte para Guadalupe, para produzir 28 mil hectares de cana-de-açúcar, para produzir açúcar, etanol e álcool, além de outros 4 mil hectares de tomate e cacau. Com investimento de R$ 1 bilhão e 500 mil, a Terracau criará mais de 3500 empregos em Guadalupe.

Fonte: Andrê Nascimento