Acusado de envolvimento no mensalão, Marcos Valério deixa prisão em São Paulo

Acusado de integrar um suposto grupo que praticava extorsão

Marcos Valério Fernandes de Souza, réu no mensalão e acusado de integrar um suposto grupo que praticava extorsão, fraudes fiscais e corrupção, deixou a Penitenciária de Tremembé (SP), às 17h50 desta quinta-feira (15), segundo informou a Secretaria de Administração Penitenciária de São Paulo.

Ele havia sido preso em outubro na Operação Avalanche por suspeita de ter intermediado uma negociação para corromper policiais federais e favorecer uma cervejaria. A operação investigou um suposto esquema para desmoralizar fiscais de tributos paulistas que autuaram em R$ 105 milhões uma cervejaria. Em depoimento após ter sido preso, Valério negou a acusação.

Valério foi solto por determinação do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, que concedeu um habeas corpus a ele. Segundo o advogado que defende Valério, Marcelo Leonardo, ele seguirá para São Paulo e na sexta (16) voltará para Belo Horizonte.

Fonte: g1, www.g1.com.br