Advogado tenta manter Décio Solano, do PT,  no cargo de vereador

Advogado tenta manter Décio Solano, do PT, no cargo de vereador

Em 2010, o juiz Dr. Antonio Lopes da 1ª Zona Eleitoral, cassou pela primeira vez o mandato do vereador

Desde 2008 quando foi eleito vereador de Teresina pelo PT, Décio Solano enfrenta ação de mandato eletivo e uma ação de impugnação em decorrência de acusação de incentivo a uma invasão de um imóvel na zona rural do município de José de Freitas, pertencente ao Sr. Cícero Azevedo, residente em Fortaleza-CE.

No ano passado, o juiz Dr. Antonio Lopes da 1ª Zona Eleitoral, cassou pela primeira vez o mandato do vereador. Décio Solano recorreu ao Tribunal de Justiça do Piauí e foi concedida liminar para ser mantido no cargo. O segundo processo foi de ação e investigação de mandato eletivo e novamente foi cassado.

O advogado Astrogildo Filho, protocolou na 1ª Zona Eleitoral o pedido de recurso junto ao TRE, uma ação cautelar pedindo a liminar para permanência no cargo até quando os dois recursos sejam apreciados no mérito. " Estou confiante na justiça, pois se não confiasse nela, não seria advogado", disse ele que assegura ser inocente e não ter participado do referido episódio da invasão do imóvel em 2008.

Décio acredita que até amanhã saberá da decisão do relator do processo da ação cautelar expedida pelo advogado junto ao TRE-PI.

FOTO: HELVIO MENESES



Fonte: Marcos Moraes