Aécio Neves pede por campanha limpa contra mentiras e calúnias na internet

Pelo Facebook, presidenciável tucano reagiu a ataques envolvendo família

O candidato à Presidência pelo PSDB, Aécio Neves, divulgou mensagem pelo Facebook nesta quarta-feira (2) em que diz ser vítima de "mentiras e calúnias" difundidas na internet envolvendo sua família.

Ele reproduziu outra mensagem que sua ex-mulher, Andrea Falcão, postou na rede social em que manifesta "indignação" contra um texto disponível na rede que afirma que ele usaria a filha para contrabando de diamantes para fora do Brasil.

"Vocês conhecem a sórdida campanha de mentiras e calúnias patrocinada pelos meus adversários contra mim, na internet. Mas, agora, eles conseguiram ser ainda mais covardes ao envolver a minha família, minha filha e minha ex-esposa, em outra mentira irresponsável, fabricada para me atingir", escreveu o candidato tucano.

A mensagem de Andrea Falcão faz referência a um texto que relata supostos atritos dela com Aécio por causa da filha do casal, Gabriela. O artigo, reproduzido desde o ano passado em vários sites críticos ao tucano, diz que uma "integrante da inteligência" da Polícia Militar de Minas Gerais relatou uma discussão em que Andrea exige que a filha "fique fora dos rolos" de Aécio.

Em sua mensagem no Facebook, Andrea Falcão diz tratar-se de um "texto totalmente mentiroso para atingir o meu ex-marido, Aécio, usando a mim e a nossa filha de forma irresponsável". Também classifica o texto de "criminoso", "absurdo que beira o rídiculo", "baixaria" e "só explicável em função de muita má-fé".

Ela faz ainda elogios a Aécio como "homem de bem", "um grande amigo", "ex-marido presente" e "pai apaixonado, dedicado e muito parceiro na criação e educação de nossa filha". E finaliza dizendo que "esse tipo de covardia, nos causa enorme indignação, fortalecendo ainda mais a nossa amizade e união".

Na mensagem que postou, Aécio afirma que "o absurdo e a covardia dos autores dessa calúnia são exemplos de tudo o que não podemos mais aceitar na atividade política no nosso país".

"O Brasil merece uma campanha eleitoral limpa. Os brasileiros têm o direito de conhecer a verdade sobre os candidatos. A quem interessa espalhar tanta mentira, tanta calúnia?", indaga.

Fonte: G1