AJM: “Em 2010, Heráclito pagará a conta de 2006”

Segundo o petista, a decisão do senador dividiu o partido fazendo com que o mesmo perdesse a identidade.

Para o pré-candidato petista ao Governo do Estado, Antônio José Medeiros, o senador Heráclito Fortes (DEM) pagará pelas decisões tomadas em 2006, quando decidiu desistir da candidatura a governador do Estado, pelo partido (que na época era PFL). Segundo o petista, a decisão do senador dividiu o partido fazendo com que o mesmo perdesse a identidade.

Medeiros reafirmou que a candidatura do prefeito Sílvio Mendes está prejudicada caso haja a aliança do PSDB com o DEM. ?Sou amigo do Sílvio, mas na política um está de um lado e o outro é oposição. Mas a aliança com o apoio do Heráclito e do Mão Santa (PSC) prejudicará a candidatura dele (Sílvio) já que os dois já foram oposição do Sílvio. Mas isso, quem vai julgar é o povo?, ressalta.

O petista reconhece que em toda democracia há oposição, mas frisa que ela deve ser feita de maneira responsável. ?A maneira que eles (Mão Santa e Heráclito) fazem, não é a melhor. O Mão Santa tem o estilo dele, é uma grande liderança mas não para coordenar um processo?, analisa.

Em relação ao senador Heráclito Fortes, Antônio José Medeiros afirmou que o mesmo está fazendo oposição de maneira agressiva. ?Isso mostra que ele está tenso. Ele cometeu um suicídio, em 2006, acabando com o DEM. Em 2010, ele pagará essa conta, porque não teve humildade em sair candidato a governo porque sabia que iria perder e essa atitude dele enfraqueceu o partido?, justifica. (M.M)

Fonte: Mayara Martins