Alckmin diz que apoiaria FHC para presidência do PSDB

Nesta terça-feira, Alckmin tem uma reunião com o DEM

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, afirmou na manhã desta terça-feira, em São Paulo, que apoiaria uma eventual candidatura de Fernando Henrique Cardoso à presidência do PSDB. Alckmin, no entanto, ponderou que ainda é "prematura" uma indicação de candidatura.

"Acabamos de eleger o diretório municipal, vamos escolher o presidente do diretório estadual. Apoiaria (a candidatura), é um grande nome", disse. Questionado sobre a saída de seis vereadores do partido, ele se mostrou contrariado com o tema. "Se dependesse de mim, ninguém saía", garantiu.

Nesta terça-feira, Alckmin tem uma reunião com o DEM, partido aliado, para acomodar quadros no governo estadual. O governador deve oferecer cargos na executiva e na secretaria geral do diretório municipal para tentar reverter a saída de quadros do PSDB para o PSD, partido criado pelo prefeito Gilberto Kassab.

Alckmin ainda manifestou preocupação com uma eventual diminuição nos partidos de oposição ao governo petista. "São poucos os partidos na oposição. O Brasil não foi feito para ter só um partido", declarou.

Fonte: Terra, www.terra.com.br