Aldo Rebelo toma posse e diz que Orlando Silva é vítima

Aldo Rebelo toma posse e diz que Orlando Silva é vítima

Orlando Silva sempre negou as acusações e voltou a negar nesta segunda

O novo ministro do Esporte, Aldo Rebelo, disse nesta segunda-feira (310, durante cerimônia de sua posse no cargo, que o antecesssor Orlando Silva "mais que inocente" é "vítima". "Talvez mais que inocente, talvez o senhor seja vítima das consequências da luta social e política", discursou Aldo Rebelo ao defender Silva.

Orlando Silva deixou o cargo na semana passada quase duas semanas depois do início de denúncias de desvio de verba na pasta. O policial militar João Dias acusou ainda Orlando Silva de comandar um esquema de cobrança de propina na pasta.

Orlando Silva sempre negou as acusações e voltou a negar nesta segunda. Ele disse que enfrentou um "tsunami" durante a passagem pelo governo, mas disse que pode afirmar: "Eu sou inocente".

Durante seu discurso, Aldo Rebelo citou a trajetória de militante de Orlando Silva e disse que ele tem o espírito de "defender a democracia" e "amar o país".

"Devo também fazer agradecimento e elogio ao ministro Orlando Silva para que não se diga de Orlando Silva o que disse Marco Antonio a Julio César, que o bem que os homens fazem são enterrados com seus ossos", afirmou Aldo.

"Limitações"

Aldo afirmou ainda que "é uma honra e uma grande responsabilidade" assumir o Ministério do Esporte. "Aceito esse desafio com a consciência das minhas limitações", discursou Aldo Rebelo, sem especificar quais seriam as limitações.

O novo ministro também elogiou programas sociais do Ministério do Esporte, como o Segundo Tempo, alvo de denúncias de desvio de recursos em convênios com organizações não governamentais (ONGs). ?Há no Ministério do Esporte programas sociais de elevada abrangência, elogiados internacionalmente.?

PC do B

Durante o discurso, o novo ministro do Esporte também citou o seu partido, o PC do B, e afirmou que a legenda "não está acima das críticas", mas está "disposto a corrigir qualquer desvio". O ex-ministro Orlando Silva também é filiado à legenda.

"O PC do B não está acima das críticas, nem da fatalidade humana. Está aberto às críticas e disposto a corrigir qualquer desvio próprio das relações humanas.(...) Esse partido constitui no nosso país a continuidade de uma herança histórica, sublime, a luta pela liberdade", disse Aldo Rebelo.

Copa e Olimpíadas

Rebelo lembrou que tem à frente o ?desafio? de preparar o Brasil para sediar as Olimpíadas de 2016 e a Copa do Mundo de 2014. ?O Brasil se depara com dois desafios, as Olimpíadas de 2016, o mais antigo certame esportivo do mundo, que veio da antiga Grécia e que hoje é uma grande festa. [...] e a Copa do Mundo?, disse.

Como exemplo da importância da competição, o novo ministro lembrou que, enquanto a Organização das Nações Unidas (ONU) ainda não reconheceu o Estado Palestino, a Federação Internacional de Futebol (Fifa) já admite a participação da seleção palestina em campeonatos mundiais de futebol.

?A Copa do Mundo é organizada por uma instituição com mais filiados que a ONU. Enquanto a ONU ainda não reconheceu a Palestina, a Fifa já reconheceu a Palestina?, destacou Rebelo.

Saci

Na cerimônia de posse, Aldo Rebelo lembrou que nesta segunda é comemorado o Dia do Saci-Pererê, um projeto de lei de sua autoria como deputado federal. O obejtivo de Aldo com o projeto foi substituir a festa norte-americana de Halloween.

Participam da cerimônia, além de Orlando Silva e a presidente Dilma Rousseff, o ex-jogador Pelé, que foi aplaudido ao ser anunciado, ministros, parlamentares, dirigentes esportivos e governadores.

Fonte: g1, www.g1.com.br