Alencar "já trabalhou" após o infarto, diz cardiologista

Alencar "já trabalhou" após o infarto, diz cardiologista

Oncologista Paulo Hoff diz que ele vai passar por sessão de quimioterapia

O vice-presidente da República, José Alencar, está estável e trabalhou na manhã desta sexta-feira (12), segundo o cardiologista Roberto Kalil Filho. De acordo com o especialista, Alencar pode ter alta nos próximos dias. Alencar está internado desde 25 de outubro no hospital Sírio-Libanês, com quadro de suboclusão intestinal, e teve um infarto na tarde de quinta-feira (11).

Como o presidente Luiz Inácio Lula da Silva está em viagem oficial a Coreia do Sul, para a cúpula do G20, Alencar é o presidente da República em exercício. "Ele acordou às 6h30 para saber da movimentação do dia, para despachar. (...) Ele já trabalhou hoje no quarto", disse Kalil. "Ele está bem, conversando normalmente e se alimentando . (...) Do ponto de vista cardíaco, ele está estável. A pressão se manteve boa", disse.

Segundo o médico, o infarto não foi uma consequência apenas do tratamento de câncer e lembrou que em 2005 ele já havia passado pelo mesmo problema cardíaco. O oncologista Paulo Hoff disse que o infarto não vai interferir na quimioterapia, ressaltando que ele deve passar por sessão ainda nesta sexta. Hoff explicou que era para Alencar ter tido alta ainda hoje, caso não fosse o infarto.

Semi-intensiva

Após o infarto, o vice-presidente foi submetido a um cateterismo e havia sido levado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Cardiológica. Ele foi transferido nesta manhã para a unidade semi-intensiva.

De acordo com o hospital, Alencar sofreu o infarto por volta das 18h de quinta. O cateterismo "não mostrou obstruções arteriais importantes", segundo os médicos.

Boletim médico

Veja abaixo o boletim médico do hospital divulgado nesta sexta:

"BOLETIM MÉDICO

12/11/2010

10h45

O vice-presidente da República, José Alencar, apresentou, na tarde de ontem, por volta das 18h00, quadro de mal-estar, tendo sido diagnosticado infarto agudo do miocárdio.

Foi submetido a cineangiocoronariografia (cateterismo), que não mostrou obstruções arteriais importantes.

Encontra-se estável do ponto de vista cardíaco e será transferido para a Unidade Coronária (Semi-Intensiva) no dia de hoje.

As equipes médicas que o acompanham são coordenadas pelos Profs. Drs. Roberto Kalil Filho, Paulo Hoff, Raul Cutait e Paulo Ayrosa Galvão.

Dr. Antonio Carlos Onofre de Lira Dr. Riad Younes

Diretor Técnico Hospitalar Diretor Clínico"

Fonte: g1, www.g1.com.br