Alencar volta a hospital por dores: "seja o que Deus quiser"

O vice-presidente havia sido internado na manhã do último sábado com uma obstrução no intestino

O vice-presidente da República, José Alencar, voltou ao Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, nesta quarta-feira. Alencar afirmou que sentiu dores no abdome e seu médico pediu para que ele fosse ao hospital para adiantar exames. "Seja o que Deus quiser", disse o vice-presidente na chegada à unidade de saúde.

"Senti dor no estômago, no adbome. Isso foi à noite. Hoje de manhã, fui medicado, melhorei, dei experiente normal", afirmou. "Mas, neste interregno, falamos com o doutor Paulo (Hoff, oncologista), e ele decidiu que deveríamos vir pra cá. Vamos antecipar, fazer hoje, o PET (o mais avançado exame para detectar tumores), ressonância magnética, todos os exames."

O vice-presidente havia sido internado na manhã do último sábado com uma obstrução no intestino - que foi tratada somente com medicamentos. Ao sair na segunda-feira do hospital, Alencar disse que as dores e a obstrução foram causadas por descuidos na alimentação. Ele contou que os tumores abdominais estariam sendo reduzidos devido ao tratamento que vem realizando nos Estados Unidos.

Em janeiro, o vice-presidente enfrentou 17 horas de operação para a retirada de nove tumores no abdome. Mas, em maio, exames constataram o retorno dos tumores na mesma região.

Fonte: Terra, www.terra.com.br