Alepi recebe projeto de reajuste de gratificações de PMs da reserva

A proposta foi enviado pelo governador esta semana para Alepi

A Assembleia Legislativa recebeu o Projeto de Lei nº 29/2015 do Poder Executivo que reajusta a gratificação de retorno às atividades dos policiais militares da reserva remunerada do Piauí convocados para o serviço ativo. A proposição, que será analisada nos próximos dias pela Comissão de Constituição e Justiça, foi encaminhada ao Legislativo esta semana pelo governador Wellington Dias.

De acordo com a justificativa do governador, “o Projeto de Lei visa estimular aqueles que se encontram em reserva remunerada e que atendam aos requisitos fixados na legislação própria, a fim de que retornem à atividade na Corporação (Polícia Militar do Estado do Piauí) a que pertencem, especialmente no desempenho de funções administrativas e na guarda de prédios públicos”.

 Os valores das gratificações a partir da aprovação da proposta serão os seguintes: coronel, R$ 2,4 mil; tenente coronel, R$ 2,3 mil; major, R$ 2,2 mil; capitão, R$ 2,1 mil; primeiro tenente, R$ 2 mil; segundo tenente, R$ 1,9 mil; subtenente, R$ 1,8 mil: primeiro sargento, R$ 1,7 mil; segundo sargento, R$ 1,6 mil; terceiro sargento, R$ 1,5 mil; cabo, R$ 1,4 mil; e soldado, R$ 1,3 mil.

Fonte: Alepi