Altos será beneficiado com R$ 12 mi do Governo Federal

A prefeita Patrícia Leal deu entrada, ainda no último dia 5, na proposta de pavimentação

O município de Altos deve receber cerca de R$ 12 milhões em recursos do Governo Federal para pavimentação e qualificação das vias urbanas. A verba é relativa ao Programa de Aceleração do Crescimento 2ª Etapa, o PAC 2.

A prefeita Patrícia Leal deu entrada, ainda no último dia 5, na proposta de pavimentação, atendendo, portanto, ao prazo estabelecido pelo Ministério das Cidades para o ingresso das prefeituras no Programa.

O próximo passo, de acordo com o secretário de Administração de Altos, Warton Lacerda, é dar entrada, até o dia 10 de maio, com o projeto-base de pavimentação, junto à Caixa Econômica Federal, garantindo, assim, as chances de conseguir a liberação de tais recursos para o município.

"Nossa meta é pavimentar toda a zona urbana e, para tanto, estamos correndo atrás desses recursos. Estamos seguindo todos os trâmites do processo e acreditamos que Altos será contemplado com os benefícios do Governo Federal", pontua Lacerda. A prefeita, que esteve, na última terça-feira no Encontro Estadual de Novos prefeitos e Prefeitas do Piauí, no Blue Tree Rio Poty Hotel, destaca os esforços de sua gestão na busca de projetos, ações e programas de desenvolvimento para Altos.

"Nossa cidade sofre sérios problemas infraestruturais e, por isso, temos nos empenhado em garantir todo e qualquer recurso, seja de ordem municipal, seja do Estado ou da União, para, de fato, resolver a situação do município e proporcionar a constante melhoria de vida dos altoenses.

A chefe do Executivo municipal ressalta que, já no início de seu governo, providenciou a execução de obras de infraestrutura para Altos, como a construção, com recursos do próprio município, da galeria de esgotos sanitários do bairro Betânia, galeria no cruzamento da Avenida Francisco Raulino com a Rua Tiradente, no centro da cidade, e o calçamento das ruas do Conjunto Tonica Almeida, todas já inauguradas e entregues à população.

Fonte: Raimundo Gomes