Álvaro Dias diz que foi "convocado" e que aceita ser vice de Serra

Segundo ele, PPS e PTB já foram consultados; falta confirmação do DEM.

O senador Álvaro Dias (PSDB-PR) disse nesta sexta-feira (25) que foi "convocado" para ser o candidato a vice do tucano José Serra na chapa para a Presidência da República.

?Há uma convocação. Foi dessa forma que o fato me foi transmitido hoje em São Paulo. Aceito sim, não vou fugir da responsabilidade. É uma honra?, afirmou, ao desembarcar em Mato Grosso, onde participará da convenção estadual do PSDB no sábado (26). Segundo ele, a convocação é "irrecusável".

Dias afirmou, no entanto, que a confirmação de seu nome na chapa depende de conversas com os partidos aliados. Ele afirmou que, quando saiu de São Paulo, já haviam sido feitas consultas ao PPS e ao PTB e que o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), ficou encarregado de conversar com o Democratas, partido aliado dos tucanos que reivindica a vaga de vice.

Questionado sobre o risco de os democratas não aceitarem ceder o posto e romperem a aliança com o PSDB, o senador respondeu: ?Se o DEM tiver que sair, saio eu?.

A notícia sobre a indicação do senador para compor a chapa de Serra foi dada no início da tarde desta sexta pelo presidente do PTB, Roberto Jefferson. Ele disse, por meio do Twitter, que Dias havia sido escolhido como candidato a vice e apoiou a decisão. "Entendo que o Álvaro é um nomaço", escreveu. Jefferson disse ainda que Guerra iria viajar para se encontrar com o presidente do DEM, o deputado federal Rodrigo Maia (RJ).

Fonte: g1, www.g1.com.br