Álvaro Dias diz que "houve uma convocação irrecusável"

Senador tucano reafirma posição como vice na chapa de José Serra

O senador Álvaro Dias (PSDB) voltou a afirmar neste sábado (26), durante convenção do partido em Cuiabá (MT), que é candidato a vice do também tucano José Serra a Presidência da República, apesar da resistência do DEM em aceitar seu nome na chapa.

"Houve uma convocação irrecusável e evidentemente não poderia deixar de aceitar essa convocação. Aceitei e estou à disposição da coligação para a campanha", disse o tucano.

Durante o discurso na convenção que homologou o nome de Wilson Santos (PSDB) como candidato ao governo do estado, Álvaro Dias fez elogios ao colega José Serra. "O Brasil tem agora uma grande oportunidade. Há uma liderança política nacional. Há um homem de talento, de experiência administrativa incomum, comprovada positivamente. Há um homem moderno, mudancista, transformador, que pode fazer uma revolução neste país e que lidera um projeto de nação."

O senador paranaense aproveitou também o discurso para atacar o governo atual. "O que nós queremos é respeito em primeiro lugar à população deste país. Não queremos um governo que usa a mentira como arma para acobertar suas falcatruas e seus equívocos", disse.

Na sexta-feira (25) ele disse, na chegada a Cuiabá, que foi "convocado" para ser o candidato a vice de Serra. ?Há uma convocação. Foi dessa forma que o fato me foi transmitido hoje de manhã em São Paulo. Eu, para contribuir, não vou de forma nenhuma fugir a essa responsabilidade. Aceito sim. É uma honra, inclusive, ser vice do Serra pelo seu talento, pela sua competência política, capacidade administrativa?, afirmou.

A notícia sobre a indicação do senador para compor a chapa de Serra foi dada no início da tarde de sexta pelo presidente do PTB, Roberto Jefferson. Ele disse, por meio do Twitter, que Dias havia sido escolhido como candidato a vice e apoiou a decisão. "Entendo que o Álvaro é um nomaço", escreveu.

Fonte: g1, www.g1.com.br