Andrade Gutierrez faz delação interna para se antecipar à Lava Jato

Empresa quer evitar uma investigação surpresa.

A empreiteira Andrade Gutierrez está fazendo de tudo para tentar chegar na frente da Lava Jato e evitar ser pega em uma possível investigação surpresa. Por conta disso, eles criaram uma auditoria interna no sentido de investigar pagamentos de propina para agentes públicos, além de outras possíveis irregulares que envolvem suas obras.

Um dos primeiros alvos de investigação da auditoria da empresa, está a Cidade Administrativa, obra de Oscar Niemeyer, onde foi construída a sede do governo de Minas Gerais.

A obra, que foi inaugurada em 2010, é a mais cara da gestão de oito anos do ex-governador e senador do PSDB Aécio Neves (2002-2010) que custou R$ 1,26 bilhão.

De acordo com informações do executivo da empresa, a investigação está dividida em duas etapas: antes e depois da obra ter se iniciado.

A Cidade Administrativa tem uma dificuldade de outras obras delatadas, que é a usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará e estádios de futebol. Entre os chefes do grupo já é dado como certo que vai ser um funcionário ou ex-funcionário que dará o depoimento sobre a obra de Minas Gerais.

Complexo arquitetônico da Cidade Administrativa (Crédito: Reprodução)
Complexo arquitetônico da Cidade Administrativa (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações da Folha de São Paulo