Após acusação de ataques, Dilma afirma que presidêndia não é para "coitadinhos"

Após acusação de ataques, Dilma afirma que presidêndia não é para "coitadinhos"

Equipe de Marina reclamou de ataques da campanha petista na última semana

Depois de uma semana de fortes ataques contra Marina Silva (PSB), a presidente Dilma Rousseff afirmou neste domingo (14) que a Presidência da República não pode ser ocupada por "coitadinhos".

Os integrantes da equipe de Marina reclamaram dos ataques promovidos pela campanha petista, em especial por meio das inserções no rádio e na televisão.

Ao ser questionada sobre o fato de Marina Silva ter lhe desafiado a mostrar um plano de governo e de ter dito que não quer partir para o ataque, Dilma respondeu: "Eu sempre estive num momento paz e amor. O meu programa tem quatro anos que está nas ruas, sendo feito".

Para Dilma, a vida como presidente da República é dura e repleta de críticas e de pressões. O problema são pressões de outras envergaduras que aparecem e que, se você não tiver coluna vertebral, não segura.

"Não tem coitadinho na Presidência, quem vai para a Presidência não é coitadinho. Se se sente coitadinho não pode chegar lá", disse.

Marina também tratou de mandar um recado para Dilma: "Fique tranquila, presidente. A senhora não vai receber de mim o que a senhora está fazendo comigo. Eu não vou agredir uma mulher, não vou mentir a seu respeito. Eu vou lhe tratar com todo o respeito, mas isso não significa que vou deixar de dizer as verdades".

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: FOLHA