Após bafômetro, deputado Romário bate boca com internautas

Pelo Twitter, deputado federal chamou interlocutor de 'ignorante' e 'imbecil'.

11/07/2011 - 10:47
O deputado federal Romário (PSB-RJ) recusou-se a fazer teste do bafômetro
O deputado federal Romário (PSB-RJ) recusou-se a fazer teste do bafômetro
Foto: Agência Câmara

Após causar polêmica ao se recusar a fazer o teste do bafômetro e ter a carteira de habilitação apreendida em uma blitz da Operação Lei Seca, na madrugada de domingo (10), o deputado federal e ex-jogador Romário (PSB-RJ) bateu boca com internautas que responderam seus comentários no Twitter.

Procurada pelo G1, a assessoria de imprensa de Romário não se pronunciou até a publicação desta reportagem.

Em uma das respostas, durante a noite de domingo, o deputado chamou a pessoa de ignorante. “Vc é um ignorante né. O q tem a ver eu me recusar em fazer o teste e o pobre no meio disso?”, postou. “Vou respeitar a tua família, safado é vc e vai lá praquele lugar bem escuro...”, disse Romário em outra mensagem. “Se informe melhor sobre o q é medida provisória, sua imbecil!”, postou.

Após já ter respondido três usuários do Twitter que enviaram mensagens com críticas, o deputado esclareceu. "Tô recebendo uns twits aqui dizendo pra eu bloquear os babacas e imbecis q querem fazer graça em cima de mim. Pelo contrário, aqui é o seguinte, rápido e objetivo : fala o q quer e muitas vezes vai ouvir o q não quer!", escreveu em duas mensagens postadas em sequência.

Romário foi parado em uma blitz na Avenida Armando Lombardi, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Ela havia se pronunciado no Twitter, afirmando que não bebe e que não fez o teste porque esse é um direito de todos. Ainda na rede social, o deputado afirmou que estava saindo de uma festa julina com a mulher as duas filhas.

Multa e processo

Segundo a assessoria do governo, Romário se recusou a fazer o teste do bafômetro e, por isso, teve a carteira suspensa por cinco dias e levou uma multa de R$ 957,70. Essa é segunda vez em que Romário se recusa a passar pelo bafômetro em uma blitz da Lei Seca. A primeira ocorreu em março de 2010.

Pelo Twitter, Romário afirmou ainda ser favorável à Lei Seca. "Sou 100% a favor da Lei Seca, os números, pesquisas e estatísticas já comprovaram q diminuiu e muito o numero de acidentes", escreveu.

O governo do estado informou que Romário também vai responder a um processo administrativo do Detran. Ainda segundo o governo, o carro do ex-jogador, da marca Land Rover, não foi rebocado porque foi apresentada documentação regular e um amigo que estava no banco do carona assumiu a direção.

FONTE: g1

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ver mais+

DEIXE SEU COMENTÁRIO

voltar para o topo