Assembleia homenageia programa "Direito & Cidadania" da Rede MN

O programa o ajuda na abstração de conhecimentos na área

Proposto pelo deputado estadual, Dr. Pessoa (PSD), a Assembleia Legislativa aprovou voto de louvor ao programa 'Direito e Cidadania', apresentado pela jornalista Cinthia Lages e o jurista Jurandir Porto, na Rede Meio Norte.

Com forte atuação na formação da cidadania e na informação quanto aos seus direitos e deveres, a atração viabiliza o discurso e enseja o debate em torno de temas importantes para a sociedade piauiense.

No Plenário da Casa, o parlamentar justificou a solicitação, indicando que o programa o ajuda na abstração de conhecimentos na área. "Eu sou um homem de ação, que não domino o discurso, mas toda vez que vejo o Direito e Cidadania, aprendo mais", indicou. Durante a apresentação da proposta, Jurandir Porto, ao lado da sua esposa Lucélia Porto, esteve presente no Legislativo Estadual e agradeceu a homenagem do deputado.

Dr. Pessoa indicou que o programa contribui na formação do cidadão, valorando para a construção de sentidos e na força do desenvolvimento social. 

"O programa Direito e Cidadania consegue levar o conhecimento técnico e científico de forma didática, objetiva, bem acessível a todos os tipos de público, até quem não tem nenhum conhecimento do Direito. Estou aqui nesta tribuna para reconhecer o valor que tem esse programa para os piauienses", finalizou o autor.

PESQUISA - O deputado também destacou a assinatura pelo governador Wellington Dias do decreto que regulamenta o Fundo de Pesquisa e Desenvolvimento Técnico-científico do Estado do Piauí (Fundes) no auditório da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi), foi tema do discurso do deputado estadual Dr. Pessoa (PSD), que elogiou o presidente da Fapepi, Francisco Guedes, pelo trabalho à frente do órgão.

"O governo cria mecanismos para incentivo à pesquisa, Participamos daquele belo ato, que estimula a pesquisa com a concessão de bolsas de estudos, oferta de cursos de pós-graduação para aqueles que querem continuar estudando", elogiou Dr. Pessoa.

Fonte: Francy Teixeira