Assembléia Legislativa vai discutir cartel de material de construções no Piauí

O evento vai acontecer na Comissão de Defesa do Consumidor e do Meio Ambiente, onde se quer reunir representantes do Estado

Uma audiência pública vai discutir na Assembléia Legislativa, dia 28, a possível formação de cartel para aumento de preços de materiais de construção em Teresina. O problema teve início com o aumento da procura, devido aos programas governamentais de habitação, e o autor da proposição, deputado estadual Paulo Martins, declara que está havendo crime contra a economia popular.

Segundo ele, além do alto preço dos produtos mais procurados, está havendo a escassez de alguns itens de material de construção no comércio piauiense. O parlamentar acredita que o problema ocorre propositalmente e coordenado por um grupo de empresários do setor para ganhar mais com o fornecimento de materiais para as obras. O próprio governador Wellington Dias declarou que, caso seja necessário, vai comprar os materiais no Ceará ou outros Estados, além de levar o caso ao Ministério Público.

O evento vai acontecer na Comissão de Defesa do Consumidor e do Meio Ambiente, onde se quer reunir representantes do Estado, dos varejistas, fornecedores, entidades sociais e do Ministério Público. ?É necessário que a Comissão de Defesa do Consumidor e do Meio Ambiente e demais órgãos de proteção ao consumidor atuem no sentido de fiscalizar os abusos cometidos, notadamente quanto aos materiais básicos do setor como: tijolos, telhas, cimento e ferro?, acrescentou o deputado.

Paulo Martins cita que cabe ao governo intervir na atividade econômica para impedir monopólio, abuso de poder econômico e outros atos nocivos ao mercado. ?O mercado da construção civil no Piauí encontrase em situação que configura abuso de poder econômico e até crimes contra a economia popular?.

Fonte: Mateus Noronha, Jornal Meio Norte