Assessor de Serra e cinegrafista brigam

Assessor de Serra e cinegrafista brigam

O cinegrafista Wellington Gouvêa saiu do Café imobilizado

Nesta terça-feira (10), a visita do candidato à presidência da República pelo PSDB, José Serra, a São Bernardo do Campo, região do ABC paulista, acabou em confusão. Duas estufas de salgados de uma padaria quebradas e uma briga entre um cinegrafista e um assessor do candidato foram o saldo. As estufas foram quebradas após um grande número de militantes, jornalistas e curiosos acompanharem o candidato em um café em frente à Igreja Matriz, no centro da cidade.

Depois desse incidente, dois cinegrafistas subiram no balcão para fazer imagens de Serra. Vinicius Paulino, 44 anos, ajudante de ordens da campanha de Serra, pediu para que os cinegrafistas descessem. Wellington Gouvêa, da Rede Bandeirantes , continuou no balcão fazendo imagens. Segundo Paulino, ao pedir para os cinegrafistas descerem "para não quebrar mais nada", o câmera o agrediu com um chute e ele o imobilizou.

O cinegrafista Wellington Gouvêa conta uma outra versão."Eu estava de costas no balcão e o assessor do Serra me deu um soco nas costas (...) eu virei para trás e ele me imobilizou", relatou.

Após a confusão, um assessor do PSDB repôs as estufas quebradas que, segundo um funcionário do café, custam em torno de R$ 1,2 mil cada.

Fonte: Terra, www.terra.com.br