"Ataque foi cruel e desprezível",diz Obama sobre morte de policiais

Cinco policiais foram mortos e sete ficaram feridos.

Na manhã desta sexta-feira (08), o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou que o ataque contra policiais que deixou cinco mortos e outros sete feridos no Tecas, foi ‘cruel e desprezível’.  O caso aconteceu na noite desta quinta-feira (07) quando franco-atiradores dispararam contra agentes que acompanhavam uma manifestação contra a violência policial.

"Ainda não conhecemos todos os fatos. O que sabemos é que aconteceu um ataque cruel, calculado e desprezível contra as forças de segurança. Estamos horrorizados com as mortes em Dallas. Não há justificativa para os ataques", declarou Obama em Varsóvia, na Polônia, onde chegou nesta manhã para uma cúpula de líderes da Otan. O presidente informou que o FBI participa das investigações, segundo a CNN.

Segundo o chefe de polícia local, David Brown, três suspeitos foram detidos, entre eles uma mulher. A polícia chegou a divulgar a foto de um homem com uma camisa camuflada carregando um fuzil. Ao saber que era procurado, o suspeito procurou a polícia. Mais tarde a polícia reconheceu ter se enganado, segundo o jornal “The Washington Post”.

Um quarto suspeito foi morto pela polícia após ficar cercado em um estacionamento. Em princípio, ele gritou que espalhou bombas na cidade, o que aumentou ainda mais a tensão. O aeroporto de Dallas entrou em estado de alerta e voos que chegariam à cidade foram desviados. Pelo menos duas buscas foram feitas em várias partes da cidade e nada foi localizado.

Barack Obama (Crédito: Reprodução)
Barack Obama (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do G1