Barack Obama virá ao Brasil a convite do presidente Lula

Foi o primeiro contato para iniciar a relação dos dois presidentes.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Hussein Obama, telefonou nesta segunda-feira (26) para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A conversa durou cerca de 25 minutos e, segundo o porta-voz da presidência da República, Marcelo Baumbach, foi o primeiro contato para iniciar a relação dos dois presidentes.

Lula disse ao novo presidente norte-americano que tem especial interesse em que os dois países enfatizem sua parceria pela paz mundial, no fortalecimento do G-20, na ajuda aos países africanos e, em especial, discutam temas relacionados às mudanças climáticas e aos biocombustíveis.

Durante a conversa, Obama convidou Lula para visitá-lo. O encontro deve ocorrer em março, quando o presidente brasileiro estará em Nova Iorque para participar de um seminário com empresários. Segundo Baumbach, depois dessa reunião com empresários, Lula deve se deslocar para Washington para se reunir com Obama.

O presidente norte-americano também demonstrou interesse em visitar o Brasil. ?O presidente também convidou Obama para visitar o Brasil. Não ficou fechada uma data, mas o presidente norte-americano disse que poderia ser durante o verão dos Estados Unidos?, comentou o porta-voz.

A conversa entre os dois teve um clima muito leve e, no final do telefonema, Obama pediu a Lula que o chamasse pelo primeiro nome. O presidente brasileiro aceitou e pediu que o norte-americano também o chamasse apenas de Lula.

O porta-voz disse que Lula salientou a Obama que sua eleição fará com que a visão da América Latina e do mundo sobre os Estados Unidos mude. ?A sua eleição transcende os Estados Unidos?, disse o presidente a Obama.

Economia

Os dois presidentes não trataram de temas específicos da crise ou da economia dos dois países, mas Obama disse que já tinha ordenado aos membros de sua equipe econômica que conversassem com os pares brasileiros para ?aproximar? as posições dos dois países na reunião do G-20 financeiro.

A reunião do G-20 será em Londres, na Inglaterra, em abril. Segundo o porta-voz, eles não detalharam quais posições precisam ser integradas entre os dois países.

Obama disse a Lula que pretende trabalhar com o Brasil para retomar as negociações da rodada Doha, com o objetivo de ajudar no combate à crise financeira mundial.

Baumbach informou ainda que o ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, também deve conversar por telefone com a secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, nesta segunda-feira. ?Eu imagino que também será uma conversa introdutória para a relação dos dois países?, comentou.

Brincadeira

A conversa entre os dois teve momentos de descontração. Quando Lula comentou com Obama que tinha visto sua cerimônia de posse e notado que parte do público era formado por negros e pobres e que entendia como era isso porque o Brasil é a segunda maior nação negra do mundo, atrás apenas da Nigéria, o norte-americano brincou: ?Eu sei, se eu fosse ao Brasil todos pensariam que eu sou brasileiro, até que começasse a tentar falar português?, contou um dos assessores que ouviu o telefonema.

Fonte: g1, www.g1.com.br