Barras poderá ter reforço militar e federal nas eleições

As eleições suplementares de Barras poderão ter um reforço extra, além das tropas federais autorizadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

As eleições suplementares de Barras poderão ter um reforço extra, além das tropas federais autorizadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O procurador regional Marco Aurélio Adão analisou ontem um ofício destinado à Polícia Militar solicitando que os militares também acompanhem o pleito marcado para o próximo dia 02 de maio. Marco Aurélio destacou que o ?clima tenso? na cidade foi o responsável pela medida preventiva.

Tanto o ex-prefeito cassado, Francisco do Rêgo Damasceno, o Manin Rêgo (PMDB), como seu vice, Manoel José de Almeida Neto, tiveram que deixar os cargos no início deste ano acusados de abuso de poder econômico. O acirramento no clima político do município é motivado pela polarização na disputa de dois candidatos: Joaquim Lucas (PTB) e o atual prefeito interino Francisco Marques (PMDB).

LUZILÂNDIA- O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI) absolveu ontem, por quatro votos a dois, a prefeita de Luzilândia, Janaína Marques. O autor da ação foi o Ministério Público Eleitoral, através do procurador Marco Aurélio. Ela era acusada de captação ilícita de sufrágio nas eleições municipais de 2004. O desembargador Haroldo Rehem é o relator do processo.(S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte