STF concede autorização a Carlos Rodrigues para fazer trabalho externo

STF concede autorização a Carlos Rodrigues para fazer trabalho externo

O relator dos recursos do mensalão liberou o ex-deputado federal Carlos Rodrigues a trabalhar fora da prisão.

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso autorizou que mais um condenado do mensalão cumpra trabalho externo. A decisão foi divulgada nesta sexta-feira (27).

O relator dos recursos do mensalão liberou o ex-deputado federal Carlos Rodrigues a trabalhar fora da prisão. Ele deve prestar serviços em uma emissora de rádio, em Brasília.

Rodrigues foi condenado a 6 anos e 3 meses de prisão e cumpre a sentença em regime semiaberto. Ele está preso no Complexo Penitenciário da Papuda e será transferido para o (CPP) Centro de Progressão Penitenciária, onde dormirá depois de cumprir jornada de trabalho.

Barroso já havia liberado Delúbio Soares, Valdemar Costa Neto, Jacinto Lamas e Pedro Corrêa. Nesta quarta-feira (25), em plenário, os ministros liberaram trabalho externo do ex-ministro José Dirceu.

O ex-deputado Romeu Queiroz e o advogado Rogério Tolentino também estão autorizados a trabalhar, mas ainda cabe à VEP (Vara de Execução Penal) verificar outras propostas de emprego, já que os condenados pediram para trabalhar em empresas controladas por eles mesmos.

Fonte: r7