Pres. Amostragem: José Hamilton será cotado em 2014

Pres. Amostragem: José Hamilton será cotado em 2014

Batista Teles avalia o trabalho do Instituto Amostragem de forma positiva, tanto em Parnaíba quanto em Teresina

O assunto desta sexta-feira (12), na entrevista ao vivo do Jornal Costa Norte foi Pesquisa Eleitoral. O Jornalista José Galas conversou com Batista Teles, presidente do Instituto Piauiense de Opinião Pública ? Amostragem e Sistema Integrado de Comunicação Meio Norte.

O Instituto Amostragem realizou 7 pesquisas no período eleitoral, em Parnaíba, e divulgou o resultado de 3, as quais foram as que mais se aproximaram do resultado das eleições municipais que tiveram Florentino Neto (PT), como vencedor com 46,91% dos votos, somando 34.515 de um total de 97.288 votos apurados. A última pesquisa divulgada pelo amostragem apontou 38% das intensões de voto para Florentino; 35,6% para Mão Santa; 14,2% para João da Unimagem; 3,4% para Tererê; e 2,4% para Dr. Vinícius.

Batista Teles avalia o trabalho do Instituto Amostragem de forma positiva, tanto em Parnaíba quanto em Teresina e aponta três fatores que podem interferir no resultado, na reta final de um campanha, o que distancia o resultado das pesquisas do resultado da eleição: poder econômico, com a compra de votos; poder público, com a pressão do candidato da situação sob o grande número de pessoas que trabalham nas prefeituras; e o eleitor flutuante, que decide de última hora em quem vai votar.

Batista Teles avalia que o mercado de pesquisa no Piauí é carente e que nas coligações falta um analista de pesquisa que vá além dos números principais, que tenha uma visão mais ampla de política e comunicação e use as informações de uma pesquisa a favor da campanha, para ajudar na tomada de decisões. Sobre Parnaíba, o Instituto Amostragem considera que esse ano teve uma atenção maior. ?Parnaíba foi uma das minhas grandes preocupações pelo momento histórico que a cidade está passando. Parnaíba hoje tem um poder econômico próprio, com pólo educacional significativo?, declarou o presidente do Amostragem.

Para Batista Teles uma boa campanha para esse momento que a cidade está vivendo tinha que ser muito racional para que o eleitor pudesse escolher que candidato era mais preparado para administrar Parnaíba. ?A campanha do Florentino foi muito centrada, não agrediu ninguém, não respondeu a agressões. Após o debate realizada pela Meio Noite o eleitor teve uma visão de quem tinha capacidade para governar Parnaíba?, disse Batista, lembrando que na pesquisa que foi divulgada após o debate, Florentino saiu de terceiro lugar, para segundo, passando à frente de Joãozinho da Unimagem, perdendo apenas para o ex senador Mão Santa. E nas pesquisa seguintes, cresceu e ocupou o primeiro lugar.

Durante a entrevista, Batista Teles falou sobre a determinação de Mão Santa e disse acreditar em suas chances para as eleições de 2014. ?Ele não está fora desse novo ciclo da política, tem apenas que mudar sua forma de fazer política, pois ele ainda tem muitos nichos de eleitores. Tem que ter uma campanha mais profissional, sem improvisos?, declarou, lembrando que Mão Santa implantou o corpo a corpo na política, em sua campanha para governador, e que hoje ninguém faz mais campanha só na televisão, nas reuniões.Tem que ir pras ruas.

Parnaíba, hoje, tem maior importância no cenário político. O presidente do Amostragem citou alguns políticos do estado, avaliando quem saiu fortalecido e fragilizado, dentre eles, Batista citou o atual prefeito de Parnaíba, José Hamilton e disse que ele será um nome cotado para as eleições de 2014 pela sua experiência política e seu poder de transferência.

Fonte: Portal Costa Norte