Câmara aumenta em 7,76% valor de cota para gastos de parlamentares

Benefício, que irá até R$ 41 mil, é usado para passagens e telefonemas.

A Mesa Diretora da Câmara decidiu nesta quarta-feira (18) reajustar em 7,76% o valor da Cota para Exercício de Atividade Parlamentar, recurso obtido mensalmente pelos parlamentares para pagamento de telefonemas, serviços postais e passagens aéreas. O aumento custará R$ 16,086 milhões aos cofres da Casa em 2014.

O montante da cota varia conforme o estado de origem do deputado. Atualmente a cota mais baixa é de R$ 25,9 mil, paga a parlamentares do Distrito Federal. O benefício mais alto, de R$ 38,6 mil, vai para deputados de Roraima, devido à distância do estado de Brasília e o elevado preço das passagens aéreas.

Com o reajuste, a cota irá variar de R$ 27,977 mil a R$ 41,612 mil. De acordo com o diretor-geral da Câmara, Sérgio Sampaio, o aumento corresponde à variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) nos últimos 16 meses.

"Como você não consegue saber o reajuste exato dos preços das passagens, porque as empresas jogam com o valor da tarifa, aumentando em alta temporada e diminuindo em outra, optou-se por usar a variação da inflação", afirmou.

Fonte: G1