Câmara faz audiência na zona rural para tratar de regularização

Câmara Municipal de Teresina realizou audiência pública

Por solicitação do vereador Gilberto Paixão (PT), a Câmara Municipal de Teresina realizou audiência pública na tarde de quarta-feira, na região do assentamento Vale da Esperança, zona Sudeste, com a presença de trabalhadores rurais das comunidades Morro Alegre, Vale da Esperança, assentamento 13 de Março e Terra Nossas, dentre outras.

As lideranças das comunidades apresentaram aos vereadores um quadro de abandono na região. "A ausência dos gestores municipais na audiência confirmou o descaso com que o poder público trata a população mais sofrida e empobrecida" disse o parlamentar.

De acordo com o parlamentar petista, as comunidades estão reivindicando apenas as condições básicas, que estão contidas na Constituição Federal, um direito constitucional.

"Se a situação da saúde no centro da cidade é uma dificuldade, você imagina na região rural do Vale da Esperança. Não tem posto de saúde e o único que existe fica a quase 15 quilômetros de distância" afirmou.

As lideranças comunitárias relataram que a situação da educação se transformou num problema grave, em virtude do risco de morte das crianças que são transportadas em ônibus sucateados, sem contar que não existem creches nas proximidades.

Outras reivindicações são projeto de banda larga, conclusão do campo irrigado, do cinturão verde, recuperação de estradas, aprofundamento de açude, recuperação do riacho Olho Dágua.

O vereador agradeceu a presença dos representantes da Conab, Incra e Agespisa, que ouviram e também se manifestaram sobre os problemas de suas respectivas responsabilidades, mas lamentou a ausência da Eletrobrás, que também foi convidada.

"Os moradores estão revoltados com a Eletrobrás devido às constantes falta de energia na região", disse.

Fonte: Francy Teixeira