Câmara Municipal de Teresina encerra primeiro semestre legislativo

O retorno dos trabalhos da Câmara Municipal será em 03 de agosto

Image title

Os vereadores de Teresina entraram em recesso nesta quinta-feira (16), após encerramento das atividades parlamentares do primeiro semestre de 2015.

O retorno das atividades na câmara municipal está marcado para 03 de agosto.

As atividades foram concluídas com a aprovação do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2016, que agora segue para a sanção do prefeito Firmino Filho.

Para o presidente da Câmara Municipal de Teresina (CMT), Luiz Lobão, o primeiro semestre foi bastante produtivo e encerra com um saldo positivo. “Nesses primeiros seis meses de atuação os vereadores de Teresina apresentaram projetos de lei voltados para o desenvolvimento da cidade e atendendo as demandas da população. Nossa intenção é continuarmos o ritmo de trabalho no segundo semestre, votando os projetos que são de interesse dos teresinenses e dando voz aos anseios e demandas das comunidades”, destacou.

Nos primeiros seis meses do ano os vereadores apresentaram e apreciaram 174 projetos de lei, 38 decretos legislativos, cinco resoluções administrativas, e sete resoluções normativas. Foram realizadas 66 sessões ordinárias, 42 audiências públicas e reuniões de convocação, 32 sessões solenes de entrega de títulos e datas comemorativas, dois seminários e um fórum.

“No segundo semestre queremos intensificar as ações do projeto Câmara Itinerante. Já realizamos 16 audiências nas comunidades e a nossa intenção é ouvir cada vez mais as reais necessidades dos munícipes, facilitando assim a concretização de metas com o povo e a cidade. E o Câmara Itinerante tem sido positivo por dar respostas às reivindicações das comunidades”, disse Luiz Lobão.

O Projeto Câmara Itinerante busca popularizar os trabalhos legislativos, aproximar o contato direto do vereador com a população da zona urbana e rural, bem como promover a integração entre o Poder Legislativo e a comunidade, abrindo a perspectiva de trabalharem juntos em prol de uma cidade melhor, a partir da discussão comum dos problemas que envolvem o município.

Fonte: Portal MN