Campanha domina debates na AL/CE

Crime eleitoral, reforma política, candidatos com nome em ficha suja e eleições limpas

Crime eleitoral, reforma pol?tica, candidatos com nome em ficha suja e elei?es limpas. Todos esse temas foram debatidos em pronunciamentos ontem na Assembl?ia Legislativa, quando v?rios parlamentares levaram para a tribuna assuntos que cercam o pleito eleitoral deste ano.

O deputado Artur Bruno (PT), destacou uma ?contradi??o? vivida nas elei?es desse ano, a partir de duas mat?rias do Di?rio do Nordeste, veiculadas ontem, onde uma diz que ?88% rejeita pol?tico ficha suja?, e a outra que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) liberou a candidatura de Jos? Wilson Chaves (PP).

Segundo ele, enquanto quase 90% da popula??o rejeita pol?ticos que t?m seus nomes veiculados em ficha suja e respondendo processos judiciais nada ? feito para reverter o quadro. Pelo contr?rio, o TRE acaba de aprovar a candidatura de um cidad?o que segundo Bruno, quando prefeito do munic?pio de Pacaj?s, desviou recursos da merenda escolar.

O petista diz que na Comiss?o Parlamentar de Inqu?rito (CPI), instalada em 1999, na Assembl?ia, na qual foi relator, investigou desvios no repasse do Fundo de Manuten??o e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valoriza??o do Magist?rio (Fundef), atual Fundeb, onde 10 munic?pios foram listados como os casos mais graves e Pacaj?s era um deles. Segundo ele, Jos? Wilson, na ?poca prefeito da cidade, utilizava os recursos do Fundef para fazer festas e alugar caminh?es as pre?os superfaturados.

Para Bruno, a libera??o da candidatura de Jos? Wilson ? a prova de que a vontade da popula??o n?o est? sendo respeitada. Ele questionou qual resposta deve ser dada ao eleitor sobre o fato de candidatos com ficha suja poderem ser candidatos, afirmando que Jos? Wilson ? o ?s?mbolo da sem-vergonhice no poder municipal?.

Desmoraliza??o

Com um santinho de uma candidata a vereadora da C?mara Municipal da Capital, Fernando Hugo (PSDB) disse que, em alguns casos, seria necess?rio a censura eleitoral. K?tia Heffner, postulante do PTB, exibe sua voto com roupas de baixo em posi??o sensual. Segundo o parlamentar, tal postura ? uma ?vergonha? ? classe pol?tica. ?Isso aqui meus amigos, ? um ultraje a n?s pol?ticos. A censura eleitoral deveria existir aqui?, refor?ou o tucano. Hugo destacou ainda que candidaturas desta natureza acabam com a ?moraliza??o? que os pol?ticos tanto lutam para conseguir perante a popula??o e a opini?o p?blica como um todo.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br