Campo Maior comemora os 187 anos da Batalha do Jenipapo

Uma programação cívico-militar marca os 187 anos da Batalha do Jenipapo na cidade de Campo Maior, neste 13 de março.

Uma programação cívico-militar marca os 187 anos da Batalha do Jenipapo na cidade de Campo Maior, neste 13 de março.

O evento é uma forma de homenagear aos homens e mulheres, que diante de armas superiores não hesitaram em lutar pela nossa pátria, sendo um momento decisivo para a Independência do Brasil.

De acordo com o governador Wellington Dias, é preciso fazer o Piauí e o Brasil conhecerem mais essa verdadeira história. ?A Batalha do Jenipapo, realizada a 13 de março do ano de 1823, às margens do riacho Jenipapo, na cidade de Campo Maior, foi decisiva para formalizar a adesão do Piauí à independência e consolidar a unidade territorial do Brasil. Por isso a necessidade de homenagear a todos os homens e mulheres que deram suas vidas em nome do sonho de justiça?.

Uma rica programação com missa, culto, desfile militar, outorga de medalhas e encenação de peça teatral sobre a batalha marcam o evento.

Confira a Programação:

12h ? Missa em Ação de Graças

Local: Catedral de Santo Antonio

15h ? Culto em Ação de Graças

Local: Igreja Batista de Campo Maior

17h ? Solenidade Cívico Militar

Local: Monumento Heróis do Jenipapo

- Entrega da Medalha Heróis do Jenipapo

- Outorga de Insígnias e Diplomas da Ordem Estadual do Mérito Renascença do Piauí

- Desfile Militar

- Apresentação da peça teatral: ?A Batalha do Jenipapo?

Ordem Estadual do Mérito Renascença do Piauí

A comenda foi criada pelo então governador Alberto Silva, sob a inspiração intelectual de Armando Madeira Basto e Arimathéa Tito Filho, homens de sábia participação na educação e cultura piauiense. A Ordem do Renascença foi instituída pelo Decreto nº 1588, de 31 de março de 1973, regulamentada pelo Decreto nº 1962, de 17 de fevereiro de 1975.

A ordem Estadual do Mérito Renascença do Piauí é uma homenagem a personalidades e entidades nacionais e estrangeiras que, por relevantes serviços prestados ao Estado do Piauí, se tenha tornado dignas da gratidão, admiração e reconhecimento do povo e do governo piauiense.

A medalha é oferecida nos graus: Grande Polar, Grã-Cruz, Grande Oficial, Comendador, Oficial e Cavaleiro. A insígnia da Ordem traz, no verso, o Brasão de Armas do Estado do Piauí, montado sobre uma estrela heráldica. No reverso a legenda histórica: ?Ordem Estadual do Mérito Renascença do Piauí ? Teresina 1973?.

Cavaleiro:

1.Aminthas Floriano da Silva Neto

2.Antonio Francisco de Sousa Borges

3.Carlos Humberto Lopes Gualter Filho

4.Cleber Bezerra Silva

5.Francílio Santos de Oliveira

6.Francisco Rademarques da Silva

7.José da Costa Cardoso

8.Jurandir de Sousa Silva

9.Manoel Saraiva da Costa

10.Marcello Vinícius Campelo Lima Mororó

11.Maria de Nazaré Sousa Monteiro

12.Pedro Soares de Sousa Filho

Oficial:

1.Alexsandro Pereira de Sousa

2.Antonio Félix de Carvalho Neto

3.Bernardo Aurélio de Andrade Oliveira

4.Caio Thiago de Andrade Oliveira

5.Diego Gomes Melo

6.Dorival Danúzio Alves da Silva

7.Erisson Lemos Pita

8.Francisca Teresa de Jesus Andrade Rosa

9.Francisco José de Sousa

10.Francisco Olímpio da Paz

11.Gilberto Neves Ferreira

12.Humberto Mariano Lobão Castelo Branco

13.Ida Francisca de Oliveira

14.Joaquim Santana Neto

15.Jorge Costa

16.José Américo Ribeiro dos Santos

17.José Laurindo da Silva

18.Lúcia de Fátima da Costa e Silva Farias

19.Luis Antônio Barroso Lopes

20.Maria de Nazaré Pereira

21.Raimunda Sudário de Carvalho Oliveira

22.Sidney da Silva Pessanha

23.Washington Francisco Raulino Júnior

24. Wilson Rocha Ferreira

Comendador:

1.Antonio Francisco Gomes de Oliveira

2.Carlos Alberto de Oliveira Lima

3.Cléia Cristina Pereira Januária Fernandes

4.Damião Cosme de Carvalho Rocha

5.Francisco de Macedo Neto

6.Joaquim Vaz Parente

7.Luiz Romero Lima

8.Maria Nerina Pessoa Castelo Branco

9.Marko Galleno da Costa Araújo Alves

10.Menandro Pedro Lopes da Luz

11.Verônica Maria Pereira Ribeiro

Fonte: CCOM, www.pi.gov.br